Bal á Versailles…Traduz a inocência perdida numa noite devastadora, a doçura de pele e a maciez angustiante do veludo.

Esta fragrância trouxe a recordação imediata do filme Entrevista Com Vampiros e uma Veneza misteriosa, quase gótica.
Baile de máscara onde perigos espreitam convivas inocentes.
Marcante aroma de benjoim, lembrando couro curtido, seco e doce apesar de agudo, predomina todo o tempo.
Maravilhoso e sensual ? Sim.
Estranho? Também.
Traduz a inocência perdida numa noite devastadora, a doçura de pele e a maciez angustiante do veludo.
Perfume para ser usado à meia luz, pois nasceu para os mistérios da noite.
Repudia o esplendor do sol e se reveste de penumbras e sombra.

Hipnótico! Sua doçura cremosa seduz.
Não percebemos as notas cítricas claramente. Estão lá para equilibrar a pungência do estoraque, do bálsamo de tolú ou cabriúva como é conhecido no Brasil.
Assim se comportam as flores, quase a nos enganar com uma simulada ausência embora não consigam escapar da nossa percepção.
Sem elas o aroma ficaria seco, estéril e agressivo e perderia este antagonismo delicado que nos encanta.
Embora notas acres como alecrim pareçam dominar o cenário, este bouquet discreto, adornado pelo mel das favas de baunilha, predomina, interfere suavizando, revestindo e maquiando os excessos agrestes.
Acordes exóticos, desta forma equilibrados, disfarçam o penetrante e quase importuno aroma de civeta envolvendo numa fragrante suavidade.

Resinas, madeiras, ervas condimentadas, notas florais doces juntam-se numa mistura instigante que as vezes lembra o látex das seringueiras, emborrachado…noutras um acento de couro, vivo e pulsante.
Bal A Versailles é incisivo e andrógino, muito próximo do agressivo, necessitando de feminilidade declarada e explícita para não se transformar num aroma masculino e pungente.
Reconheci neste acento envolvente de pelica macia e sensual, temperado nas especiarias, semelhanças com o Drydown Animalic e hipnotizante da primeira versão de Mystere, muito antes de sumir completamente das prateleiras.
Experimente!

Familia olfativa: Oriental 1962

Perfumista:Jean Desprez

Frasco : Pierre Dinand

Genero: feminino (compartilhável)

Rastro: intenso

Fixação: Exelente

Piramide Olfativa

Topo: Rosa da Bulgaria ,jasmim,folhas de groselha,alecrim ,tangerina

Coração : Patchoulli,Sandal,vetiver,liláses, lirio selvagem,ylang ylang,raiz de irís

Base:Almíscar, civeta,âmbar , benjoim, cedro ,bálsamo de tolú,baunilha

FONTEhttp://perfumesbighouse.blogspot.com/2009/02/bal-versailles-by-jean-deprez.html#comment-form

Encontrei este texto neste site e como não fazer uma conexão com Michael Jackson? Sendo o Bal seu prefume preferido , a descrição do mesmo se encaixa na personalidade marcante do Rei do Pop .

_____________________________________________________________

Karen Faye, amiga  há mais de 20 anos de Michae lJackson  e também foi maquiadora e cabeleira particular dele,postou na sua página do Facebook,curiosidades acerca do perfume favorito do seu amigo Michael.
Há muito tempo os fãs do mundo todo estavam a procura do perfume favorito de Michael e que também hipnotizava as fãs quando estas tiveram a chance de estar perto do cantor e puderam sentir sua fragrância.Ninguém nunca soube o nome.Apenas diziam que ele tinha cheiro de baunilha.

 

Bal à Versailles

Karen disse que este perfume tinha várias “notas” diferentes  e que os que ela gostava era o de baunilha e âmbar.Certamente,Michael usava Bal a Versailles baunilha.
Karen nos conta que ele estava usando o pefume BAL A VERSAILLES  em suas últimas semanas de vida.Ela havia comprado muitos frascos para ele usar durante sua estadia em Londres.

Segundo Karen disse,este perfume é francês e foi criado em 1962.Ele é muito raro e difícil de encontrar.E conta também que ela e Michael partilhavam do mesmo gosto por este perfume muito antes de se conhecerem.E que Michael gostava de levar sempre no bolso dele pequenos frascos com seu perfume predileto .As vezes vazava no bolso e isso só gerava trabalho para Michael Bush que cuidava de suas roupas. Michael Bush e Karen Faye sempre estavam a procura deste perfume para Michael. Quando não o encontrava seus seguranças compravam outros tipos de perfumes que também eram do gosto de Michael,tais como: Joop,Obsession e Black Orchid

Acrescento á esta materia uma musica que achei com exato nome de : Bal a Versailles

Bal-a-Versailles

Cold Chisel

Composição : Don Walker

Aliester Crowley
And Bar Shem Tov
Are lyin’ in the alley
Too stoned to move
Them and Aristotle
Are playin’ swy
For one tiny bottle
Of Bal-a-Versailles

Over the ocean
Over the sea
From out of east of Eden
Pre-B.C.
To Terra Incognito
Anno Domini
Hits the libido
Bal-a-Versailles

People say it’s an animal thing
A whisper of alien air
People say you’re a fool if you fall in love
I say yeah, yeah, yeah

Dogs are barking,
The caravanserai
Rolls on, through the night
Bal-a-Versailles

People say all the usual things
Talkin’ and kissin’ the air
People say you’re a fool if you fall in love
I say yeah, yeah, yeah

Reason for living
Reason to die
Take it as given
Bal-a-Versailles

Dogs are barking,
The caravanserai
Rolls on, through the night
Bal-a-Versailles

__________________________________

Tradução aproximada..

Aleister Crowley
Bar e Shem Tov
Estão deitados no beco
Muito chapado para mover
Deles e de Aristóteles
Estão jogando swy
Para obter uma garrafa pequena
De Bal-a-Versailles

Sobre o oceano
Sobre o mar
De fora do oriente do Éden
Pré-B.C.
Para Terra Incognito
D.C.
Hits da libido

Bal-a-Versailles

As pessoas dizem que é uma coisa animal
Um sussurro de estranho no ar
As pessoas dizem que você é um tolo, se você se apaixonar
Eu digo yeah, yeah, yeah

Os cães estão latindo,
O caravanserai
Rolando, durante a noite

Bal-a-Versailles

As pessoas dizem todas as coisas habituais
Falando e beijando o ar
As pessoas dizem que você é um tolo, se você se apaixonar
Eu digo yeah, yeah, yeah

Razão de viver
Razão para morrer
Tomá-lo como determinado

Bal-a-Versailles

Os cães estão latindo,
O caravanserai
Rola sobre, durante a noite

Bal-a-Versailles

Sobre PoemforMJ

Michael ... "Quando olho no dentro dos seus olhos eu sei que é verdade.Deus deve ter gasto um pouco mais de tempo em você!"
Esse post foi publicado em Textos e marcado , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para Bal á Versailles…Traduz a inocência perdida numa noite devastadora, a doçura de pele e a maciez angustiante do veludo.

  1. Rita disse:

    Republicou isso em Poemas para Michael Jacksone comentado:

    Maravilhoso e sensual ? Sim.
    Estranho? Também.

  2. Rita disse:

    “Bal A Versailles é incisivo e andrógino, muito próximo do agressivo, necessitando de feminilidade declarada e explícita para não se transformar num aroma masculino e pungente.”

    ai ai … murri .

  3. Tuany disse:

    GOSTEI rsrsrsrsr!!! devia ser mtoooooooooooooooo bommmmmmmmmmmmmm!!!!!!
    rsrsrsrs!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s