Michael tinha um talento que poderia atravessar as fronteiras e as barreiras de tempo – Smooth Criminal

Por Colin Chilvers

Smooth Criminal é sem dúvida um dos maiores sucessos da videografia de Michael Jackson. No comando deste clip, Colin Chilvers, Inglês especialista em efeitos especiais durante dois anos mergulhou de corpo e alma neste projeto ambicioso, que não envelheceu 20 anos depois….

Como você fez o clipe Smooth Criminal?

Naquela época trabalhava como diretor de publicidade em Los Angeles. Um dos meus colaboradores, Kevin Pike, acabara de fazer os efeitos especiais de De volta para o Futuro e Michael o chamou para falar sobre Smooth Criminal.

Michael ficou impressionado com os efeitos especiais do filme e uma de suas idéias para o vídeo era de poder se transformar em um carro, lhe pareceu natural chamar a ele, que tinha dado à luz ao famoso DeLorean de Marty McFly. Varias vezes, Kevin falou de mim para Michael, lhe disse que eu havia filmado muitas vezes com crianças, o que era importante para ele já que crianças estariam presentes no vídeo. Quando Michael soube que eu também havia ganhado um Oscar pelos efeitos especiais de Superman, acredito que tenha sido o fato que acabou por convênce-lo de que eu era a pessoa certa!
Nós nos encontramos e eu dei-lhe algumas ideias do que eu tinha pensado para o vídeo. Michael estava animado e, em seguida, me contratou.

Quando você começar a trabalhar em Smooth Criminal?

Em 1985, se não me falha a memória. Trabalhamos por dois anos nesse projeto que se ampliou mais e mais até vir a se tornar Moonwalker.

Naquele tempo, o projeto era muito vago …

Sim, Michael tinha algumas idéias na cabeça, como poder se transformar em robô ou carro. No começo, o clipe não deveria durar mais de 17 minutos, mas quando David Newman e eu entramos no projeto as coisas tomaram uma amplitude bem maior e teríamos que explorar esse limite que nos impusemos!

Como pode ver no video Private Home Movies de Michael Jackson, Michael primeiro imaginou que o vídeo se desenvolveria no Velho Oeste …

Na verdade, essa era sua idéia inicial. Mas de uma forma muito natural, Michael voltou a pensar no conceito. E foi graças a um homem pelo qual ele sentia a maior adimiração: Fred Astaire. Michael absolutamente queria prestar uma homenagem a Fred Astaire com este vídeo e, em particular, o famoso filme The Band Wagon De Vincente Minnelli (Melodías de Broadway em espanhol e Tous en Scene en francés)…

A cena famosa Girl Hunt Ballet de The Band Wagon é realmente o efeito mais influente em Smooth Criminal. Michael parecia realmente obcecado por essa seqüência que o influenciou também em outras obras.

Michael estava realmente fascinado por esta cena da dança muito vanguardista para a época, o filme tinha sido rodado na década de 50.Esse número de dança, para ele, era o melhor que se podia fazer em matéria de dança.

Smooth Criminal foi então sua oportunidade para prestar homenagem a Fred Astaire. E essa necessidade tomou proporções maiores quando Michael soube do falecimento Fred Astaire, que, curiosamente, aconteceu durante as filmagens de Smooth Criminal. Michael, obviamente, ficou muito abalado pela sua morte. Isso explica, entre outras coisas, o por que dele ter decidido usar o mesmo terno que Fred usava no filme. Michael não queria copiar Fred, mas sim prestar uma homenagem a ele.

Um dia, Hermes Pan, que foi durante décadas o coreógrafo de Fred Astaire, veio para o cenário de Smooth Criminal e participou da filmagem de várias cenas do Clube 30. Nos contou, a mim e a Michael, que Fred estava muito orgulhoso do que faziamos. Você pode imaginar até que ponto isso emocionou Michael … Foi um momento muito emotivo…

The Band Wagon video

MJ & Fred Astaire: O Mestre e seu professor: video

Além da The Band Wagon, se inspiraram em outros filmes?

Mostrei a Michael filmes de Hollywood do final dos anos 30 e início dos anos 40, representantes do gênero negro, muito em voga na época. Este filme negro se caracterizava pela iluminação expressionista e atmosfera ao mesmo tempo de sonho e estranho. A maioria era filme de gangsters, mas muito estilizado .Especificamente mostrei a Michael The Third Man (O Terceiro Homem), de Carol Reed, com Orson Welles e ele adorou. A cena em que se vê a sombra de Michael em uma parede durante a perseguição pelas ruas da cidade é diretamente inspirado nesse filme. As tomadas de câmera decentralizados de Smooth Criminal, e os fortes contrastes de luz também vêm diretamente do Terceiro Homem…

Quando começaram as gravações?

Em 1986, se bem me lembro. Naquela época, Michael não tinha terminado a gravação de BAD e tivemos que adiar as filmagens por três meses para que ele pudesse terminar o trabalho de estúdio. O que não foi ruim, pois nos permitiu preparar melhor as gravações …

Foi falado em um determinado momento que Smooth Criminal fora primeiro single e primeiro video de BAD?

Não,antes de Smooth Criminal Michael já tinha feito vídeos de Bad e The Way You Make Me Feel. Ele queria que  Smooth Criminal fosse o maior pedaço do álbum, o destaque de BAD. E é, indiscutívelmente. Vamos falar sobre as seqüências de dança.

O Michael assitiu as audiçoes dos bailarinos?

Sim, certamente. Michael não só admirava o talento de Fred Astaire, mas também procedia segundo os mesmos métodos de trabalho do seu ídolo. Michael sabia que Fred Astaire sempre assistia as audições de seus dançarinos e ele fazia o mesmo. Isto lhe diz o quanto essa pessoa era importante em sua vida. Ele admirava a sua arte, mas também sua ética de trabalho.

Quanto tempo durou os ensaios dos números de dança?

Nós ensaiamos com os 46 bailarinos que aparecem no vídeo por um mês. Michael não estava lá durante esse tempo, apenas foi ao estudio nos últimos cinco dias do ensaio.

Isso foi o suficiente, pois ele havia acabado de chegar da turnê, estava bem preparado. Se notava que ele havia treinado muito em sua casa….

Quanto tempo durou a filmagem da seqüência do Club 30?

Nós tínhamos planejado uma sessão de seis dias que se prolongou para 20!

Por que demorou tanto?

Michael estava livre para filmar quando quisesse. Você sabe o quanto era fã de Charlie Chaplin. Como Chaplin era seu próprio produtor, podia se dar ao luxo de filmar por quanto tempo desejasse. Michael queria fazer o mesmo. Michael pagava de seu bolso o vídeo de Smooth Criminal, não houve problema de orçamento. Eu queria que esse vídeo fosse perfeito e estava disposto a dispor do tempo necessario.

Raramente têm trabalhado em condições tão idílicas …

Oh, meu Deus! Esse era o sonho de qualquer cineasta! Todos os dias na hora do café, viamos em uma sala do cinema o que filmamos no dia anterior para ver o que era preciso melhorar. Os 150 membros da equipe estavam lá para ver os testes de câmera, incluindo Michael. E foi surpreendente ouvi-lo gritar: “Uau, isso foi ótimo!” Quando via algo que havia gostado verdadeiramente. Havia uma atmosfera de festa na sala. Foi como uma reunião familiar para nós todos os dias … Tudo isso foi filmado por uma equipe que realizava o making of do filme. Espero que algum dia possam ver as imagens.

O lendário movimento de inclinação, em que Michael se inclina para a frente, foi difícil de fazer?

Não, foi complicado. Tendo feito Superman voar no passado, eu sabia que poderia encontrar algum truque que permitiria inclinar Michael a 45 graus!.

Primeiro criamos um sistema para encaixar os sapatos dos dançarinos no chão para que eles pudessem inclinar-se para a frente sem cair.Também usamos um o cabo para que Michael e os outros pudessem apoiar-se na mesma altura.

Michael podia ir muito mais baixo que os outros bailarinos. Estes cabos foram usados para mante-los até um ponto, então nós tinhamos certeza de que Michael baixava mais do que outros!

No final de Moonwalker pode-se ver um grupo de cantores africanos no set, Ladysmith Black Mambazo.Por que Michael os convidou?

Na  epoca das filmagens, Michael e eu fomos ver um concerto de Paul Simon que estava e foi acompanhado no palco por este incrivel grupo. Michael ficou absolutamente alucinado com esses cantores e pensamos em como poderíamos incluí-los no vídeo.Michael então teve a idéia de chamá-lo para o set sem avisar à equipe e filmamos sem planejar nada. Todo mundo estava muito emocionado, assim como Michael, que começou a chorar. Foi um momento totalmente improvisado e mágico.

O momento do vídeo, onde as luzes se apagam e Michael e os dançarinos entram em transe também foi improvisado, certo?

Sim .Michael queria um tipo de seqüência em que todos os bailarinos e ele pudessem se expressar livremente. Cada um era livre para fazer o que quisesse. Michael e os dançarinos se lançaram nesse tipo de transe até o apogeu final.

Esse momento pararia quando Michael gritasse”, Annie, are you ok? E ele prolongava esse momento pedindo força, que por vezes, chegou a durar 20 minutos!

Quase nos faltou fime,pois estavamos no final da bobina! Felizmente, como filmavamos com cinco câmeras ao mesmo tempo, não perdemos nenhum segundo.

Esta seqüência se assemelha a uma experiência zen, meditativa. Foi fantástica de ver. Quem, senão Michael poderia ter uma idéia como essa? Foi incrível, simplesmente incrível estar presente …

Michael ficou completamente satisfeito com o resultado?

Acho que sim. Segundo pessoas que trabalharam depois com ele, Smooth Criminal foi o seu filme curta metragem favorito. Michael se envolveu 200% nesse projeto. Talvez mais do que qualquer outro que tenha sido rodado depois. Porque era livre, totalmente livre desde o ponto de vista criativo. Ninguém estava alí para pressioná-lo ou dizer que deveriamos parar de filmar por causa do tempo ou do orçamento. Ele era o chefe.

Houve alguma história engraçada durante as filmagens?

No início das filmagens, Michael pediu que fossem instalados alto-falantes no set, para ouvir a música ao fundo. Mas só se eu vi seu rosto no dia seguinte, quando ele viu que tinham colocado .Para nós eram grandes, deviam ter um metro de altura, mas para Michael eram apenas alto falantes normais! Ele disse: “É isso que vocês chamam de alto-falantes? Ok, eu vou cuidar disso … “No dia seguinte, ele pediu pra instalarem uma parede de alto-falantes gigantes. Ele colocou a música em potência total e uau! Todo meu corpo começou a vibrar. O volume chegava verdadeiramente a alma. Michael então olhou para nós e disse rindo: “Aqui estão alto falantes de verdade” Quando dançava, Michael precisava que o volume do som fosse o mais alto possivel. Isso o ajudava a sentir a batida da música profundamente dentro dele. Para ele, a dança era algo orgânico antes de qualquer outra coisa.

Na sua opinião, o que faz Smooth Criminal ser uma obra tão moderna 20 anos após a sua conclusão? Alguns vídeos de Michael envelheceram, mas este não tem nem nem uma ruga…

Eu gostei do que vc disse. Não tentamos ser “modernos”. Isso certamente nos permitiu criar uma obra atemporal, que não foi ancorada em um momento particular. Mas o que faz este trabalho tão intemporal é principalmente o talento de Michael. Como Elvis e The Beatles, Michael tinha um talento que poderia atravessar as fronteiras e as barreiras de tempo …

Michael lhe contou de seu sonho de algum dia fazer um filme ele mesmo?

Sim, percebi o quão apaixonado ele era pela direção de filmes. Por exemplo, um de seus passatempos era comprar câmeras profissionais, como Panavision, procurava compreender como elas funcionavam. Algumas de suas cameras valiam centenas de milhares de dólares! Sobre as filmagens de Smooth Criminal, Frank Dileo disse-me que uma das razões de Michael ter se dado tão bem no clipe era porque pra ele era como assistir a um desses cursos de preparação. Michael queria aprender a dominar todos os aspectos técnicos do cinema. Ele estava interessado pela montagem. Era importante para ele saber como contar uma história visualmente e entender por que um diretor ou um editor decidiu cortar um tempo um plano ou outro. Eu acho que ele poderia ter sido um bom professor de cinema.

Teve contato com Michael depois?

Nós nos vimos numa reestreia, mas Michael é o tipo de pessoa que vai completamente para outra coisa uma vez que termina de trabalhar em um projeto. E foi difícil entrar em contato com ele … antes de falar com ele por telefone, tinha que passar por um exército de pessoas … Mas no momento em que aconteciam as filmagens, nossa relação passou do profissional. Nós víamos muitas vezes fora do set. Eu o acompanhava a sua livraria favorita, onde ele comprava montanhas de livros de arte. Também jantávamos em casa por causa das várias reprises. Os três, minha esposa, Michael e eu e a atmosfera era leve, quente. Nós conversamos sobre tudo e nada, viamos filmes … Michael e eu fomos ver o Robocop no cinema no seu lançamento. Foi este filme que lhe deu a idéia desses enormes canhões que saem de seus braços no final, quando se torna um robô. Foi tão legal!

Colin Chilvers Diretor de  (Smooth Criminal)

FONTE

________________________________________________________________

Agradecimentos especiais á amiga Selma  na tradução deste texto e imagens . Selma ,God Bless You.

Sobre PoemforMJ

Michael ... "Quando olho no dentro dos seus olhos eu sei que é verdade.Deus deve ter gasto um pouco mais de tempo em você!"
Esse post foi publicado em fatos, fotos com historia, Textos e marcado , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Michael tinha um talento que poderia atravessar as fronteiras e as barreiras de tempo – Smooth Criminal

  1. anjodepreto56 disse:

    Republicou isso em Anjos de preto.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s