Michael Jackson visita a familia Chaplin

Michael visita a família Chaplin em duas ocasiões diferentes.

10451652_820859567962648_4154182915355713254_n

1988
Michael Jackson visitou incógnito a família Chaplin, em Corsier (Suíça). Era 17 junho de 1988 e Rolf Knie não esqueceu nada.
Geraldine Chaplin, a filha mais velha de Oona e de  Charlie Chaplin, foram a um show de Michael e o conheceram, o cantor lhe disse o quanto admirava seu pai. Geraldine telefonou para Rolf Knie, um velho amigo da família e frequentador de Manoir. _”Michael vai a Corsier. Você pode organizar algo?”
Naquele dia, Rolf serviu como guia na famosa mansão de Ban habitada pela família Chaplin, em Corsier-sur-Vevey.
“Eu me lembro da delicadeza extrema de Michael, sua calma, sua timidez. Lembro-me da maneira que ele esperava que Oona Chaplin sentasse para fazer o mesmo, como ele não se atrevia a pedir primeiro uma Pepsi. São esses detalhes que denotam alguém. Era apenas normal. Desde então, eu continuo em sua defesa, quando atacado. Os jornalistas inventaram os horrores sobre ele.”
Na passagem de Michael em Basel, Rolf Knie telefonou para o hotel e falou com seu agente, Frank DiLeo. “Alguns amigos me disseram que era louco e impossível … Meia hora depois, no entanto, ele fala com o próprio Michael: “Ele estava muito feliz. Nós marcamos para uma sexta-feira às 15 horas.”
Nesse dia, as famílias Knie e Chaplin aguardavam a estrela. O tempo passa, e isso não acontece. “Cerca de 15 h 30, o porteiro veio correndo, dizendo:
“ALGUÉM ACABOU DE LIGAR E NÃO PEGUEI O NOME DELE.”
Era Michael. “Peguei o telefone. Estava muito constrangido, desculpou-se mil vezes. Ele se perdeu e ele estava ligando de uma estação de serviço em Vevey.
O porteiro foi procurá-lo. O cantor chegou sem guarda-costas, apenas acompanhado pelo seu assistente, um senhor de certa idade.
“As lembranças são maravilhosas.Ele brincou no parque com meu filho Gregory.
Eu acho que com as crianças ele é como é, ele pode, finalmente, se mostrar normal. Ele se manteve como uma.”

10994218_820859551295983_3265001263310738324_n

Outro aspecto de Michael: “Ele sabia perfeitamente a vida de Chaplin, um verdadeiro dicionário. As datas dos filmes, os nomes dos atores, tudo. A ideia de um tipo inculto, era totalmente falsa.
O paralelo entre Jackson e Chaplin parece natural para ele. Crianças pobres, inclusive ações judiciais contra eles.
Eles emitem a mesma onda e eles tiveram problemas semelhantes com o mundo, quando eles têm em comum o bem de todos. Ambos não davam entrevistas. Eles responderam com seus filmes e suas músicas. Se eles se conhecessem, eles teriam gasto todo dia juntos.

10408938_820859484629323_6587653615464644530_n
Dois meses depois, Michael Jackson chama Oona Chaplin e Rolf Knie para seu concerto em Lausanne. “Antes do show, visitamos seu vestiário. Havia longas mesas cobertas com caviar e salmão. Michael deu de ombros: “Ah, não é para mim, mas minha equipe está com fome ... ”

michael jackson suiça

No final, Rolf e Oona assistiram à partida precipitada de Michael:
“A música ainda soava, quando ele foi rapidamente cercado por um carro, por trás da cena. Nós o seguimos e temíamos: Milhares de fãs nos cercaram. Percebi o que Michael vivia cada dia. Ele era um prisioneiro de seu sucesso.
Hoje eu estou com raiva contra aqueles que não têm misericórdia para com ele. E feliz que ele encontrou a paz. ” Rolf Knie

knie michael jackson

Fonte: www.mjackson.fr

1999
Depoimento da neta ….Laura Chaplin

11029491_820863901295548_2473719828675531739_n

Eu tinha cerca de 12 anos de idade e morava na casa ao lado da minha avó, Oona.
Um dia, estava dando uma volta e havia um helicóptero em seu jardim. Eu fui visitá-la e Michael estava sentado lá.
Eu estava apavorada, porque ele era o meu ídolo absoluto e eu estava realmente segurando o meu boneco Michael Jackson nas mãos, naquele momento.
Eu não pude contar a ele sobre como eu era sua grande fã. Ele estava lá porque ele era um fã do meu avô Charles Chaplin.
Depois me chamava sempre para conversar.
Me enviava presentes de aniversário incríveis. Caixas enormes.
Entrei no palco com ele em Genebra. Era um grande amigo da família’. Michael Jackson pousou de helicóptero no jardim da mansão. ‘ eu estava muito bem impressionada’, Diz Laura. O rei do pop também, por causa dos cães de guarda. ‘ Tínhamos nove cães e a ele davam medo. Tivemos de os fechar antes que chegasse’.
À hora do almoço, ao ver a grande mesa, Jackson foi a sentar-se com as crianças. ‘ era muito tímido. Fez piruetas no jardim, brincou com o Play Station… Era uma criança grande’. ‘Smile’, Composta por meu avô, era uma das suas músicas preferidas.

Fonte:  Solange Bertho compartilhada em seu Facebook

Sobre PoemforMJ

Michael ... "Quando olho no dentro dos seus olhos eu sei que é verdade.Deus deve ter gasto um pouco mais de tempo em você!"
Esse post foi publicado em fotos com historia e marcado , . Guardar link permanente.

2 respostas para Michael Jackson visita a familia Chaplin

  1. Mimijak disse:

    Lindo!!, Lindo!!, Lindo!! Maravilhoso Rita…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s